AUTOACEITAÇÃO

Ultimamente, como tem sido sua relação com seu corpo, com você e com os espelhos? O quanto você se permite experimentar e investigar seu próprio corpo e a si mesma? Olhar e honrar o templo que é, cada partícula de si?⠀


Para nos aceitarmos verdadeiramente, é inevitável e importante nos conhecermos a fundo. E para tanto é necessário fazer o exercício desafiador e também afetuoso: olhar para dentro de si.⠀O valor e a importância que damos a nós mesmas dependem de muitos fatores, sabemos beeeeeem, e dentre muitos elementos, o nosso processo de autoconhecimento é muito valioso para nossa autoaceitação.⠀


Quando nos aceitamos por inteira, acolhendo tanto qualidades quanto falhas, admitimos e abraçamos nossa humanidade! Ao darmos a devida atenção ao que já possuímos e não demorarmos naquilo que não temos, fica mais fácil transitar no próprio acolhimento afetivo para crescer e mudar o que não gostamos tanto assim.⠀

Mas como começar? Antes de tudo, é preciso abrir espaço para a seu próprio reconhecimento e acolhimento. Liste suas dez qualidades, pergunte a suas amigas próximas sobre as suas qualidades, abra-se para receber. E depois, quem sabe se encarar no espelho com amor, franqueza e respeito? Fazer de si mesma porto, ninho, quentinho. Seu, só seu. Olhe nos seus olhos no espelho, sem ser "aquela passadinha rápida pra ver se tá tudo ok." E... e s p e r a mais um pouco. F i c a mais um tempo. Nos olhos. Mais um pouco. Externamente aprofundando internamente. Como é a sensação? ⠀


Experimenta.


O espelho, o primeiro reconhecimento de si mesma. Mas já percebeu que você consegue olhar só de um MESMO ângulo? O espelho lhe oferece e limita percepções sobre seu corpo, já parou para pensar nisso? Sinto que a fotografia e também o autorretrato existem como ferramentas sutis e ao mesmo tempo bem fortes para novas compreensões de si contribuindo para seu autoconhecimento e novas perspectivas, percebe?


O registro, o autorretrato te apresenta suas múltiplas versões nesse presente como uma brisa nova atravessando seu ser. R e s p i r a. Clica. Aproveite esse frescor. Procure novos ângulos diferentes que você não está acostumada ao se observar pelo espelho. A foto eterniza, congela. Seja gentil consigo mesma. Aprecie esse momento. Aprecie você. Está tudo aí! O autorretrato te apresentará a si mesma sempre que desejar relembrar o auto amor e a auto aceitação quando teu coração esquecer.


Com amor,

Amanda Nakao.


38 visualizações

Copyright © 2020 | Amanda Nakao

amanda@amandanakao.com

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter