Autorretrato e a vergonha


É importante se fotografar?

Eu sinto que sim.


É de extrema relevância olhar para si com carinho e apropriar cada vez mais de quem você é. Exercitar a aceitação de si e seu próprio acolhimento é importante pra sua história, pra sua alma e pra sua existência enquanto mulher.


Porém, ás vezes o autorretrato é permeado pela vergonha, sei bem disso. Também tenho e sinto vergonha de me auto fotografar, óbvio. Não é sempre, mas acontece. E mesmo assim, sigo me auto fotografando e investigando, com vergonha mesmo. Afinal, eu não preciso mostrar pra ninguém essas fotos que faço de mim mesma.⠀


Autorretrato

Sinto que uma das vertentes da vergonha vem de um lugar onde brotam inseguranças e insatisfações, com a estética e com os julgamentos externos.

A forma como lido com isso é encarando de peito aberto e me desafiando a olhar cada vez mais fundo junto dos retratos e de questionamentos internos: "Da onde está vindo essa insegurança? O que eu tenho consumido visualmente nesses últimos tempos para me comparar e exigir tanto? Que corpos eu tenho admirado? Coloco eles num patamar que nunca serei capaz de atingir ou admiro mulheres reais como eu? Como posso fazer para acolher essa fase? Por que tenho tanto medo de julgamentos externos? (...)

Reflito sobre esse padrões, me questiono, vou fundo... Vou retirando delicadamente e bem bem bem d e v a g a r as camadas que me levam a ter tanta vergonha de mim mesma. Não é algo que muda de um dia pra noite e confesso que esse processo não há uma reta final nem linha de chegada, é algo diário e de uma vida inteira. Tenho o autorretrato para me acompanhar junto nesse mergulho interno tornando-se externo e me fazendo lembrar o quanto é preciso sermos mais gentis com nós mesmas. Tenho escrito bastante sobre isso lá no meu instagram também.


E o autorretrato está aí: na palma da sua mão. Seja com câmera profissional, seja com celular, estamos sempre nos comunicando e nos expressando pela fotografia. Olhar para si é mais um passo para seu auto amor e seu auto conhecimento.

Por fim, eu desejo que você sinta profundamente o quanto você é apoiada e amada no universo. Saiba e sinta que teu ser é único e muito especial no mundo e que a fotografia possa te ajudar nesse caminhar. ♡


Com amor,

Amanda


Ps: Essas fotos fiz aqui em casa nessa quarentena simbolizando meus processos internos.

0 visualização

Copyright © 2020 | Amanda Nakao

amanda@amandanakao.com

  • Instagram
  • Facebook
  • Twitter